BR-319.

BR-319, ESTRADA FANTASMA ou ESTRADA DOS MILHÕES.
Asfaltamento e interligação do Amazonas ao restante do Brasil, certamente você já ouviu afirmações parecidas com esta, em outras oportunidades. É sempre assim, todo ano no verão e principalmente nas campanhas eleitorais. O tempo tem demonstrado que são apenas promessas.
Somente no ano passado, de acordo com o DNIT, os repasses feitos para reparos na estrada chegaram a R$ 40 milhões. Mesmo assim, a rodovia se enquadra em uma triste realidade regional, que de acordo com levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), aponta que as estradas da regiões Norte, ao lado do Nordeste, são as piores em qualidade do país. Os R$ 40 milhões, segundo o DNIT, foram aplicados na estrada.
Para supresa de todos, o Ministério dos Transportes, via Dnit, injetou, nos últimos dez anos, quase meio bilhão (exatos R$ 474.477.000) na reconstrução da BR-319, ou Estrada Fantasma ou Estrada do milhões.  Até o momento, a rodovia continua inacabada, e no caso específico de um trecho próximo a comunidade da Realidade, intransitável. Impedindo, entre outras coisas, o escoamento da produção dos agricultores da região.
É importante lembrar que o projeto de reconstrução da BR-319 foi concluído há dez anos e, em quase oito deles, o senador pelo Amazonas, Alfredo Nascimento (PR) esteve à frente do Ministério dos Transportes, responsável direto pela obra.
Não se pode esquecer entre tantos outros Eduardo Braga, governador, Senador e Lider do Governo, a recuperação da única ligação terrestre do Amazonas com o restante do Brasil é um antigo anseio da população amazonense, que já consumiu muito dinheiro e não foi concretizado.
Dados indicam que entorno de 500 mil pessoas, de 16 municípios do Amazonas, dependem hoje, da BR-319. Mesmo assim, o governo brasileiro não põe um ponto final nesta antiga luta.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado! Aguardo comentário.