Pedra da BELA ADORMECIDA-São Gabriel da Cachoeira-Am

Navegando sobre o Rio Negro, passando por paisagens belíssimas rumo a São Gabriel da Cachoeira encontra-se está cadeia de montanhas.
Em frente a cidade pode-se observar a cadeia de montanhas que agora tem o formato de uma mulher deitada. É o monumento natural da cidade, o sono da bela adormecida. Na mitologia tradicional, durante o período em que o mundo estava em transformação, um ser sagrado andarilho chamado Basebó ensinava todos os povos a plantar e trabalhar. Conhecedor da sabedoria de Basebó, e sabendo que o mesmo passaria próximo de sua morada, o índio Wariró pediu que suas duas filhas esperassem a sua passagem e o seduzissem até sua maloca, lugar onde havia escassez de alimento e as frutas do mato tinham pouco sabor.

Vendo a beleza das índias Basebó as seguiu, chegando à maloca, viu a situação dos Wariroá e os ensinou o cultivo da roça e como fazer vários alimentos a partir da mandioca. Feliz com a fartura de alimentos, Wariró propôs a Basebó suas duas filhas em casamento, a oferta foi aceita e Basebó ficou morando ali o resto de sua vida.

A explicação da presença das montanhas no local, segundo a mitologia Desana – pronuncia-se dessana – carrega uma sintonia com o olhar admirado do turista contemporâneo, segundo um pajé da etnia, Feliciano Lana, a Serra de Curicuriari é o retrato de uma das filhas de Wariró. Uma origem essencialmente indígena, embora o nome popularizado faça uma referência ao conto de fadas globalizado.

O QUE ESCONDE O PICO DA NEBLINA ? ? ?




Quero agradecer a todos os amigos pelas palavras de incentivo a este aventureiro, mais infelizmente desta vez não pude cumprir esta missão por motivos alheios a minha vontade e por força maior, o Pico da Neblina esconde muitos interesses particulares, fui proibido de subir, um dia relatarei o que passei nesta aventura, obrigado DEUS.