CHEGADA A NASCENTE DO RIO AMAZONAS.


U.S 93 LAS VEGAS.


Fontes dançantes do Bellagio / LAS VEGAS



TREKKING DE LAS VEGAS PARA KINGMAN/ARIZONA.

Na saída de Vegas uma longa caminhada repleta de aventura e superação.



 O calor o clima seco e o vento foi o grande desafio.


No caminho pela Sunset, parei para fazer uma visita a está academia de Jiu-Jitsu, obrigado pela recepção do Mestre RICARDO CAVALCANTI e seus alunos, ao me chamar de maluco e dizer que por ali ninguém caminhava, foi um momento de descontração, presenteei com uma camisa do coyote e ele retribuiu com uma camisa de sua academia, quero agradecer a um de seus alunos que quando estava lá fora calçando a minha bota ele me cumprimentou e me deu uma grana pra ajudar nas despesas. (MASTER RICARDO CAVALCANTI Owner And Head Instructor, 702-478-9230, 1335 e Sunset RD Suite I Las Vegas , NV 89119-www.RCJIUJITSU.com



Em determinados trechos era grande o movimento de caminhões.
A chegada em HENDERSON.



A noite aqui foi de terror, pedi abrigo em um posto de gasolina , nariz sangrou, os labios partidos e pra completar não conseguir montar a barraca pois o chão era tão duro que os ganchos não penetravam.


Está foto representa o risco que foi está caminhada, tive que improvisar o meu bastão de caminhada e colocar uma fitas na ponta, pois está era a distancia dos carros.
Fui abordado por uma viatura policial, para saber o que estava fazendo, levei anotado em inglës e espanhol, que era um atleta e que praticava o Trekkinng, por varias partes do mundo, o mesmo falava um pouco de espanhol, e me informou que não tinha restrições em caminhar, porém era muito perigoso pois era auto pista, com desfiladeiros e pontes e o vento era muito forte, podendo ocasionar um acidente.
Passei a noite neste Motel, estava cansado e com dor de cabeça, não conseguir comer com os meus lábios rachados.


Lake Mead é o 16º maior lago artificial do mundo e o maior lago artificial dos Estados Unidos. Foi criado pelo represamento das águas do rio Colorado para a represa HOOVER DAM e está localizado na fronteira entre os estados de Nevada e Arizona. Com uma beleza única, o lago ocupa uma área de 1,5 milhões de hectares e aproximadamente 1.320 quilômetros de costa.

A Chegada a KINGMEN,  é uma das cidades mais movimentadas do Arizona, e ao mesmo tempo uma das que menos atrativos possui. A principal razão de Kingman ser tão movimentada é por estar situada numa espécie de junção rodoviária, entre a California, o Arizona e Nevada. Praticamente todo mundo que viaja entre estes estados passa por aqui. 

Todo o trânsito proveniente do leste do país, que segue em direção a Las Vegas também passa por Kingman. É um lugar de pernoite ou parada obrigatório para muitos, e por isso a cidade é praticamente um amontoado de motéis, restaurantes e postos de gasolina. Some a isso um lugar cheio de areia e pedras em volta e você tem uma imagem do que é Kingman. 


Kingman, o Heart of Historic Route 66 Kingman é uma cidade localizada no estado americano de Arizona, no Condado de Mohave.

E um dos tesouros escondidos do Arizona, está convenientemente situada na Interstate 40 e é o ponto de partida perfeito para "Route 66 e além." Caminhada cênica, charme histórico, cafés e restaurantes, e o fascínio da Route 66 se combinam para tornar Kingman um destino notável.



As raízes do Arizona são capturados pela Historic Route 66 Museum, Aeródromo Museu do Exército, eo Mohave Museu de História e Artes, que contam as viagens na Route 66, retratam a época da Segunda Guerra Mundial e os primeiros dias de ferrovias, mineração e pecuária. A uma altitude de cerca de 3.300 pés Kingman oferece um clima temperado durante todo o ano.


Kingman, foi o campo de extermínio dos grandes bombardeiros da Segunda Guerra Na pequena cidade de Kingman, no deserto de Mojave, Arizona, há um aeroporto que foi palco do fim de grande parte dos bombardeiros que massacraram os países do Eixo na Segunda Guerra Mundial. Tão logo a Segunda Guerra terminou na Europa, em 8 de maio de 1945, milhares de aeronaves militares retornaram aos Estados Unidos. A essas se somaram outras milhares vindas do Teatro de Operações do Pacífico, depois da vitória sobre o Japão.



Nesta loja de carros antigos, fui presenteado com uma garrafa de cerveja, padronizada da Historic Route 66.
Com está foto termina mais uma aventura, infelizmente não deu pra concluir todo o meu projeto, por questão de segurança, as estradas muito perigosas, vento forte e a informação que em determinados trechos não dava pra passar caminhando, valeu a experiëncia, foram dias de batalha, sei das dificuldades e risco, quero agradecer a todos que colaboraram com este TREKKING, que como um esporte não se vence sempre, vou continuar treinando e se Deus permitir seguirei por outras trilhas, um carinho especial a minha família, meus amigos, aos que acessam o blog e a todos que cruzaram o meu caminho, com palavras de incentivo e preocupação.

TREKKING LAS VEGAS.

O começo de uma grande aventura, obrigado aos meus filhos, Anny e Matheus e a toda a minha família pela preocupação e o carinho.
Em São Paulo aguardei por 11 horas o voo, foram 08 horas até Miami a chegada ao aeroporto foi muito corrida, pois tinha que carimbar o passaporte e pegar o outro voo com destino a Las Vegas.

De longe da pra se ter noção porque Vegas e a cidade da luz, no aeroporto já se encontra centenas de maquinas.
Construída num local improvável. Las Vegas é a cidade mais populosa e mais densamente povoada do estado americano de Nevada. Localiza-se no sul do estado, no Condado de Clark, como um oásis no meio do árido deserto de Nevada, Las Vegas em poucas décadas transformou-se numa das localidades mais procuradas da América do Norte, um verdadeiro exemplo de sucesso empresarial, turístico e administrativo. É a cidade dos Estados Unidos que mais rapidamente cresce, onde estão os maiores hotéis, os grandes eventos de mídia, as principais convenções, e onde mais se ganha e perde dinheiro em questão de minutos. E a razão por trás disso é o jogo.

Shuttle, Confortáveis VANS que saem do Aeroporto Internacional (McCarran International Airport) com o custo de 8 dólares que me deixou no Clarion Hotel, uma pausa para refazer a mochila e seguir caminho.

O famoso painel “Welcome to Las Vegas”, um dos mais conhecidos ícones da cidade, presente em camisetas, miniaturas e postais, foi criado em 1959. Ele foi instalado ao sul da cidade, numa das avenidas de acesso, dando as boas vindas a quem chega, e nas entrelinhas, parece dizer também: Você está chegando numa cidade diferente de tudo que já viu. Esqueça seus conceitos. Aqui tudo pode acontecer! 
Por estar situada no meio do deserto, Las Vegas tem clima quente e seco durante grande parte do ano, por isso uma boa alternativa para fugir do calor é ir de casino em casino, conhecendo e se divertindo com as atrações de cada um.
Las Vegas comemorou seu centésino aniversário de fundação em 2005. Desde 1910 o jogo é legalizado na cidade, mas em 1906 já havia sido inaugurado o primeiro casino, o Golden Gate Hotel and Casino.
A  torre do cassino STRATOSPHERE.

A construção mais alta da cidade e quinta mais alta dos Estados Unidos.

Além da bela vista, a torre oferece aos visitantes alguns brinquedos vertiginosos, como uma pequena montanha russa e um Cabum, todos montados no alto da torre, no valor de 25 dólares.

No caminho algumas fotos, curiosos que acham diferente alguém com uma mochila caminhando em Vegas.




No caminho pode-se encontrar uma Estátua Viva, o Super-Homem e até o Homem-Aranha.

Foto da fachada do Paris–Las Vegas, cassino que, como se pode ver, é inspirado na Cidade Luz. Em sua frente este cassino construiu uma réplica em escala reduzida da torre Eiffel, sendo que o prédio frontal do cassino, ao lado, teve seu projeto baseado na arquitetura do prédio da Opera de Paris.

Os canais do hotel Venetian, onde turistas podem passear de gôndola. 

A fachada do TREASURE ISLAND, rebatizado simplesmente TI. No lago em frente é apresentado, todas as noites, um dos shows mais concorridos da cidade, o SIRENS OF TI (Sereias do TI), representando uma luta entre dois galeões, um tripulado por piratas e outros pelas sereias. 


 Avenida tem excentricidades pelas ruas, como passarelas ao ar livre dotadas de escadas rolantes e elevadores com portas de vidro em ambas as extremidades.

As fontes dançantes do Bellagio já se transformaram numa das atrações mais famosas e concorridas da cidade. Todas as noites uma multidão de turistas se reúne em frente às fontes, para os espetáculos de som e luz coreografados com os esguichos, que acontecem a intervalos regulares desde o por do sol até a meia noite. O show do Bellagio é, dentre os espetáculos grátis ao ar livre, o segundo mais concorrido, só perdendo para os navios de combate do Treasure Island.
Entre os mega-casinos/resorts mais conhecidos de Las Vegas, inaugurados ou ampliados recentemente, estão o Caesars, Mirage, Treasure Island, Planet Hollywood, Excalibur, Luxor, New York New York, Paris Las Vegas, Mandalay Bay, Monte Carlo, Bellagio, Venetian, MGM, Wynn, Palazzo e o complexo City Center.
Se existe um lugar do mundo que foi feito para ser vivido à noite, este lugar é Las Vegas. Ao entardecer as luzes coloridas dos imensos cassinos começam a acender, e Vegas se transforma. Brega para alguns, deslumbrante para outros, o certo é que este lugar é diferente de tudo, algo que se precisa ver para acreditar. Dizem por aqui que o que acontece em Vegas, fica em Vegas, ou seja, todas as loucuras e excessos são permitidos, desde que sejam esquecidas ao deixar a cidade. Desde que nunca mais se fale nisso, e se jure que nada nunca nada aconteceu. 
Curiosamente, a famosa AVENIDA STRIP, considerada o coração de Las Vegas, não está totalmente situada em Las Vegas... Sua maior parte está dentro do município vizinho de Clark County.







Em Vegas é possível iniciar o dia no Egito (cassino Luxor) ou em Camelot (casino Excalibur), almoçar numa ilha dos mares do sul (Mandalay Bay), passear na Ponte dos Suspiros ou em gôndolas pelos canais de Veneza (Venetian), depois ir até a torre Eiffel e Arco do Triunfo e lanchar num bistrot Parisiense (Paria-Las Vegas), dar uma caminhada numa vila pirata do Caribe (Treasure Island), conhecer uma cidade do oriente (Alladin), e terminar o dia esticando num dos bares.