Uma longa trajetória.

Imagem
  Em 1977, comecei a treinar Judô, na Academia Tang Soo Do Center, com os professores Mike, Tetsuo e Tikara, localizada na rua Ramos Ferreira, hoje funciona o Fórum Trabalhista de Manaus, onde sou Servidor Público. O tempo foi passando , uma época onde brigas eram constantes, um dia em uma lanchonete conheci o Aly Almeida, que me fez um convite pra treinar no Olímpico Clube, apesar de não ser bem visto pela maioria dos alunos, aceitei. Lembro o primeiro dia de treino de uma lado COG-CENTRO OLÍMPICO DE GINASTICA, do outro lado a academia de JIU-JITSU, apesar de vim do Judô tudo era novidade, primeiro por ter que encarar algumas feras que ali treinavam, Alfredo Jacauna, Luiz Alberto, Bidida, Gula, Casio Façanha, Paulinho peixe, Nilberto, Galdino e tantos outros. O tempo foi passando , Fiz parte da primeira turma de (PARAQUEDISTAS DO OLÍMPICO CLUBE). O tempo foi passando , fui treinar na academia do professor Luiz Fonseca no Conjunto Débora, uma época difícil, porem a vontade de trein

MOCO MOCO ONE STAIR FOR THE CEU TWO.


Nossa aventura começa saindo de LETHEM  uma cidade da Guiana que faz fronteira com o Brasil, seguimos até Moco-Moco Village, Guiana.


Antes de seguirmos na trilha, os últimos acertos para esta aventura.


Não tem moleza.








Hora de seguir caminho com o nosso Guia Telcliff Primus.







Uma central hidroeléctrica abandonada que deveria fornecer Eletricidade para Lethem. Um deslizamento de terra destruiu grande parte do oleoduto que transportava água das montanhas.


Uma parada para aproveitar esta belíssima cachoeira.


O gasoduto que uma vez transportou água para a usina hidrelétrica. Seguimos por mais de 900 degraus lado do gasoduto que leva a Black Rock com uma excelente vista da aldeia e das savanas.



Aqui neste trecho, só com ajuda da corda.






Uma parada para o lanche.






Na segunda cachoeira, uma parada para tomar um banho e seguir rumo ao acampamento.




A chegada na Black Rock, uma vista linda.











A fome era muita, não deu para esperar o chicken.












Com esta paisagem chega ao fim à aventura, obrigado meu Deus por nos Guiar, a minha família pela preocupação, aos meus Amigos Pedrinho e Elillian, por fazerem parte destas conquistas, aos meus amigos pela força em especial Dr. MARIO SOUZA.

 Fica um agradecimento especial ao meu Irmão Coronel Paulo Sergio, por esta sempre na logística destas aventuras.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De MANAUS para MANACAPURU.

Uma longa trajetória.

ENERGÉTICO NATURAL.

"Os Passos de Anchieta" 100 quilômetros entre Anchieta e Vitória.

RECEITA DA VOVÓ, remédios caseiros.