DE RIO BRANCO PARA CUSCO-PERU.

No Aeroporto em Rio Branco hora de tomar um café e seguir rumo a Cusco.

Estrada do Pacífico, também conhecida como Rodovia Interoceânica é uma estrada binacional que liga o noroeste do Brasil ao litoral sul do Peru, através do estado brasileiro do Acre. A parte da Estrada do Pacífico que fica dentro do território brasileiro é identificada como BR-317 enquanto no Peru é chamada apenas de Carretera Interoceanica.









Em Puerto Maldonado  uma cidade do Peru, capital do departamento Madre de Dios e da província de Tambopata. 



Um dos destinos mais procurados no Peru é  Cusco, situada a 3400 m acima do nível do mar, repleta de construções históricas, museus, enigmas incas e sua cultura andina.
Cusco é a porta de entrada para conhecer Machu Picchu.

Mirante do Cristo Branco Cusco - Peru

Cusco foi presenteada pela colônia palestina com a estátua do Cristo Branco. 
A obra foi uma iniciativa dos palestinos Manuel Jasaui Facuse e de seu irmão, Federico Jasaui Facuse, e recebeu o apoio de outros membros da colônia árabe. Os irmãos eram comerciantes de seda e para agradecer a cidade de Cusco por seu êxito, antes de deixá-la decidiram construir a estátua, uma cópia do Cristo Redentor carioca.

A estátua foi erguida em 1945 pelo escultor cusquenho Ernesto Olazo Allende e está localizada na região de Sacsayhuaman, rodeada de ruínas. Com oito metros de altura, foi construída em granito e coberta com gesso e mármore.  



Além da estátua do Cristo, há um mirante onde é possível ver a cidade de Cusco e alguns pontos turísticos como o Templo do Sol (Qorikancha) e a Plaza de Armas.











A Plaza de Armas em Cusco. 
Essa enorme praça da cidade é circundada por lojas, restaurantes e antigas igrejas. 
Há mais de 500 anos, a praça tem sido o centro da vida urbana local. 
Atualmente, o local é palco de vários eventos, como concertos e festivais, e procissões religiosas. 

Durante o Império Inca, a praça era conhecida como "Huacaypata" (ou Praça dos Guerreiros) e se estendia até a Plaza del Regocijo ao lado. O local era usado para cerimônias e desfiles militares ou comemorações de batalhas vitoriosas. A Plaza de Armas também testemunhou eventos históricos, como a execução de Túpac Amaru II, que liderou uma rebelião fracassada contra os espanhóis em 1780.




0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado! Aguardo comentário.