TREKKING SANTA CRUZ - HUARAZ/PERU. PARTE I.

Foram dias de muito treino,  subidas e descidas e um planejamento cronometrado, pois o tempo era curto e o trajeto até Huaraz  longo.

Final de 2019 estava em Boa Vista para passar com a minha família as festas de final de ano, e aproveitei pra treinar e o local escolhido foi a Serra Grande.
Dia 02 de Janeiro, começou a aventura uma viagem de 09 horas de carro até Manaus, na companhia da Verinha o do Abrãao, pois o restante da nossa família já havia retornado.
Chegamos por volta das 17hs, tinha deixado o meu  material separado, ficando apenas alguns detalhes pra fechar a mochila, pois meu voo sairia as 23hs.
Já no  Aeroporto onde peguei o voo para Porto Velho.
Em Porto Velho dia 03, cheguei por volta das 04hs,  montei minha barraca na área do Aeroporto para dar um descanso,  ao amanhecer preparei um café.



Após o café uma caminhada até a rodoviária de Porto Velho, onde pegaria um ônibus até Rio Branco, uma viagem de 08hs.

Na rodoviária em Rio Branco, cheguei por volta das 19hs, conseguir pegar um taxi lotação até, Assis Brasil, onde cheguei por volta das 2hs, ao amanhecer do dia 04, fui carimbar o passaporte, trocar o Real pelo Novo Sol (1 Real x 0,75 Novo Sol)
Em Iñapari,  uma localidade peruana da província de Tahuamanu, na região de Madre de Dios. 
      Está localizada na tríplice fronteira formada, além do Peru, por Brasil e Bolívia. Separada do território brasileiro pelo rio Acre, Iñapari é acessível do Brasil pela Ponte da Integração Brasil-Peru.
Tem que pegar uma Vam que custa 25 Novo Sol, para seguir pra Porto Maldonato em média 05hs de viagem.

Em Porto Maldonato comprei minha passagem para Cusco, 80 Novo Sol, uma viagem que leva em média 10 a 12 hs, (OBS: os ônibus só partem após as 20hs).

Tudo muito rápido, cheguei por volta da 08hs do dia 05, porem o ônibus para Lima só após as 20hs, aproveitei para dar um passeio por Cusco e almoçar.
Praça das Armas.

Uma visita ao Mercado Central de San Pedro.


Uma parada pra provar o Suri que é uma larva e é muito consumido na região amazônica do Peru. O animal vive no tronco do palmito, é branco e tem bastante gordura. Normalmente servem como espetinho ou simplesmente comem cru. 

Nada de Banho, não sei quem estava mais cheiroso kkkkkk


Um caldo energético, pollo, cuy, macarrão, batata e ovo.
Hora de partir rumo a Lima, em média 21hs de Cusco para Lima, uma viagem que já tinha tido oportunidade de fazer, e  prometi que nunca mais iria fazer novamente, e lá estava eu, ao entrar no ônibus você ganha uma sacola plastica, a principio achei que era pra colocar lixo, porém depois descobrir que é pra quando enjoar, provocar. 
É uma viagem de terror serpenteando pelas montanhas, subindo e descendo na beira dos precipícios.
Cheguei em Lima por volta das 19hs do dia 06 tudo muito corrido comprei a passagem para Huraz, mas 08hs de ônibus, em fim.....  Huaraz  cheguei por volta das 04hs do dia 07.
Fui para um Hostel.
Já estava com o meu objetivo traçado, um passeio até o Glacial Pastoruri, e laguna 69, ambos serviria como aclimatização, para fazer um dos melhores Trekking do Peru (Trekking Santa Cruz).